DETECTOR DUAL-OPTICAL / THERMAL / CHEMICAL - BOSCH

DETECTOR DUAL-OPTICAL / THERMAL / CHEMICAL - BOSCH

  • Marca: Bosch
  • REF. 11765
  • Disponibilidade: Pronta Entrega
**IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS**
AVENAR detector 4000 é uma nova gama de detectores automáticos de incêndio que oferece uma excelente exactidão e rapidez na detecção.

Ligar para Central de Atendimento

DETALHES DO PRODUTO

**IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS**

u Altamente fiável e preciso graças ao Processamento Inteligente de Sinais (ISP) 

u Detecção antecipada da mais pequena quantidade de fumo com versões de óptica dupla (Tecnologia de Duplo Feixe) 

u Monitoriza o ambiente para uma rápida análise de influências electromagnéticas 

u Endereçamento automático e manual

 

AVENAR detector 4000 é uma nova gama de detectores automáticos de incêndio que oferece uma excelente exactidão e rapidez na detecção. As versões com dois sensores ópticos (óptica dupla) são capazes de detectar a mais pequena quantidade de fumo. A gama inclui versões com interruptores rotativos, endereçáveis automática e manualmente, bem como versões sem interruptores rotativos para definição automática de endereços.

 

Funções Tecnologia de sensor e processamento de sinais Os sensores individuais podem ser configurados manualmente ou automaticamente através da rede LSN. Todos os sinais dos sensores são analisados continuamente pelos componentes electrónicos internos de avaliação (ISP - Processamento Inteligente de Sinais) e são interligados através de um microprocessador integrado. A ligação entre os sensores permite que os detectores combinados também sejam utilizados em ambientes onde fumo ligeiro, vapor ou poeira sejam esperados no decurso das operações normais.

 

O alarme só será accionado automaticamente se a combinação de sinais corresponder às características da localização da aplicação, seleccionada durante a programação. Isto resulta num menor número de falsos alarmes. Para além disso, o tempo dos sinais dos sensores em detecção de incêndio e falha é analisado, o que leva a um elevado nível de fiabilidade de detecção individual para cada sensor. No caso do sensor óptico e químico, o limiar de resposta (compensação de desvio) é ajustado de forma activa. O corte manual ou temporizado dos sensores individuais é requerido para ajustar a factores de interferência extremos. Sensor óptico (sensor de fumo) O sensor óptico utiliza o método de luz difusa. Um LED transmite luz à câmara de medição, onde esta é absorvida pela estrutura labiríntica. Em caso de incêndio, o fumo entra na câmara de medição e as partículas de fumo dispersam a luz do LED. A quantidade de luz que alcança o fotodíodo é convertida num sinal eléctrico proporcional. As versões de óptica dupla utilizam dois sensores ópticos com diferentes comprimentos de onda. A Tecnologia de Duplo Feixe funciona com um LED de infravermelhos e outro azul para uma detecção fiável e rápida de pequenas quantidades de fumo (detecção TF1 e TF9).

 

Sensor térmico (sensor de temperatura) Um termístor localizado numa rede de resistências é utilizado como sensor térmico, a partir do qual um conversor analógico-digital mede a tensão dependente da temperatura a intervalos regulares. Dependendo da classe de detecção especificada, o sensor térmico activa o estado de alarme quando a temperatura máxima de 54 °C ou 69 °C for excedida (máximo térmico) ou se a temperatura subir um valor definido durante um período de tempo específico (diferencial térmico). Sensor químico (sensor químico CO) A função principal do sensor químico é detectar o monóxido de carbono (CO) gerado por um incêndio, mas também detecta a presença de hidrogénio (H) e monóxido de azoto (NO). O valor do sinal do sensor é proporcional à concentração de gás. O sensor químico fornece informações adicionais para suprimir eficazmente valores enganadores. Uma vez que a vida útil do sensor químico é limitada, o sensor C desliga-se automaticamente após um período máximo de 6 anos em funcionamento. O detector continuará a funcionar como um detector multissensor com um sensor duplo óptico e térmico. Recomendamos que troque o detector imediatamente, de modo a manter a elevada fiabilidade de detecção da versão com o sensor C. Características LSN aperfeiçoadas O AVENAR detector 4000 oferece todas as características da tecnologia LSN improved: • São possíveis estruturas flexíveis de loop, incluindo ramais em T sem elementos adicionais (o ramal em T (Tee Off) não é possível para versões sem interruptores rotativos) • Até 254 elementos da LSN improved version por linha de loop ou em ramal • Endereçamento automático ou manual do detector, com ou sem detecção automática • Alimentação para elementos ligados via bus LSN • Pode ser utilizado um cabo de detecção de incêndio não blindado • Comprimento do cabo até 3000 m (com LSN 1500 A) • Compatibilidade com os sistemas LSN e centrais de versões anteriores • Monitorização ambiental para uma rápida análise do impacto electromagnético (os valores EMC são apresentados no painel) A gama oferece também todos os benefícios comprovados da tecnologia LSN. O software de programação do painel pode ser utilizado para alterar as características de detecção da respectiva utilização da sala. Cada detector configurado pode fornecer os seguintes dados: • N.º de série • Nível de contaminação da secção óptica • Horas de funcionamento • Valores analógicos actuais – Valores do sistema óptico: medição actual do sensor de luz difusa; a gama de medição é linear e mostra os diferentes graus de poluição, do ligeiro ao elevado. – Contaminação: mostra o aumento do valor de contaminação relativamente à condição original. – Valor CO: apresenta o valor actual (máx. 550). O sensor é auto-monitorizado. Os seguintes erros são indicados no painel de incêndio: • Indicação de falha no caso de falha do sistema electrónico do detector • Apresentação contínua do nível de contaminação durante a operação • Indicação de falha se for detectada uma elevada contaminação (em vez do accionamento de falsos alarmes) Em caso de interrupção na cablagem ou curto-circuito, os isoladores integrados mantêm a segurança funcional do loop LSN. No caso de um alarme, a identificação do detector individual é transmitida ao painel de incêndio. Outras características • Um LED vermelho intermitente visível em 360° indica a existência de um alarme. • É possível a ligação a um indicador remoto. • O grampo de cabos vindos dos tectos falsos impede que os cabos sejam desligados acidentalmente a partir dos terminais após a instalação. Os terminais para secções transversais de cabos até 2,5 mm2 são facilmente acessíveis. • O labirinto e a tampa dos detectores são fabricados em material repelente de poeira. A válvula para limpeza (uma abertura com protecção em latex) na parte inferior do detector, é utilizada para limpar a câmara óptica através da aplicação de ar comprimido (não necessário no detector de calor/temperatura). • As bases do detector já não necessitam de ser orientadas graças à posição central do indicador individual. Também têm um bloqueio de remoção mecânico (pode ser activado e desactivado).

 

Notas de instalação/configuração • Possibilidade de ligação aos painéis de incêndio FPA‑5000 e FPA‑1200 com os parâmetros do sistema LSN improved • Só pode utilizar os detectores DO com o Painel de Controlo MPC versão B e superior. O Painel de Controlo MPC versão A não pode ser ligado. • No modo LSN classic, é possível ligar aos painéis de incêndio LSN BZ 500 LSN, UEZ 2000 LSN, UGM 2020 e a outros painéis ou respectivos módulos receptores com condições de ligação idênticas, no entanto, com os parâmetros do sistema LSN anterior. • Durante os trabalhos de planeamento, é essencial cumprir as normas e directivas nacionais. • O detector pode ser pintado (tampa e base) e, assim, adaptado ao esquema de cores circundante. Observe as informações na secção Painting Instructions. • Os detectores de série 420 podem ser substituídos por todas as versões do AVENAR detector 4000 sem reconfiguração do painel. Notas sobre instalação/configuração de acordo com VdS/VDE • As versões FAP‑425-DOTC-R, FAP‑425-DOT-R, FAP‑425-OT-R e FAP‑425-OT são planeadas segundo as directivas relativas a detectores ópticos se utilizados como detectores ópticos ou detectores ópticos/térmicos combinados (ver DIN VDE 0833 Parte 2 e VdS 2095) • Se a desactivação ocasional da unidade óptica (sensor de luz difusa) for requerida, o projecto tem de ser baseado nas directivas relativas a detectores de calor (ver DIN VDE 0833 Parte 2 e VDS 2095) • Durante o projecto das barreiras contra incêndios segundo a DIBt, note que o detector de calor (FAH-425-T-R) tem de ser configurado segundo a classe A1R.

 

Informações para encomenda Acessórios MS 420 LSN Base para Detectores com Mola para utilização na Grã-Bretanha Número de encomenda MS 420 FAA-420-RI-ROW Remote indicator Para aplicações em que o detector automático não está visível ou deve ser montado em pisos ou tectos falsos. Número de encomenda FAA-420-RI-ROW.

RELACIONADOS

Tags: detector dual optical bosch, detector thermal bosch, detector chemical bosch

DETECTOR DUAL-OPTICAL / THERMAL / CHEMICAL - BOSCH
Marca: Bosch
Ref. 11765